O Rei do Inverno de Bernard Cornwell: Uma viagem ao mito arturiano

Se há mito que tem alimentado a arte ao longo dos séculos é o arturiano. Filmes, livros, peças de teatro, músicas… a influência é real e palpável, ao contrário da existência do próprio Rei Artur que alguns contestam. Mas. hoje, a existência ou não de Artur acaba por ser um mero detalhe para os milhões de apaixonados pela lenda.

A Casa (Extraordinária) de Emma Becker

Durante dois anos, Emma Becker, uma jovem escritora francesa, prostitui-se em Berlim trabalhando num bordel ao qual chama casa. A sua experiência deu origem ao romance A Casa, uma partilha poderosa que potencia pertinentes reflexões sobre a mulher e o seu papel na sociedade contemporânea.

Terna (ou Poderosa!) é a Noite de F. Scott Fitzgerald

Publicado em 1934, Terna é a Noite foi considerado pelo próprio Fitzgerald como o seu melhor romance. O mesmo foi escrito numa fase muito conturbada da vida do Autor, pouco depois do internamento da sua esposa, Zelda, num hospital psiquiátrico, alegadamente, diagnosticada com esquizofrenia. Pouco depois, Fitzgerald arrendou uma propriedade e escreveu a história de Dick Diver, um psiquiatra promissor, cuja vida sofre uma reviravolta ao casar com Nicole Warren, uma paciente de um colega seu, diagnosticada com esquizofrenia.

O País dos Outros de Leïla Slimani

Conheci a Leïla há uns anos quando me cruzei com Adele, em português No Jardim do Ogre. Foi, salvo o erro, o seu primeiro grande romance cuja leitura me levou 2 dias a concluir. Pela primeira vez, eu via alguém escrever sobre ser uma mulher deprimida, imperfeita e cheia de complexidades no século XXI. Era…

Ensaio sobre o Dever (ou a Manifestação da Vontade) de Rute Simões Ribeiro

Numa sociedade distópica, os cidadãos são chamados, por uma qualquer entidade de natureza desconhecida, a escolher um único sentido com o qual viverão, aparentemente, resto das suas vidas. Olfato, paladar, audição, tacto ou visão, a escolha não é fácil, mas mandatória. No dia seguinte, ao meio-dia, todos ver-se-ão a braços com a ausência dos quatro…

O Casamento de Nelson Rodrigues

Nelson Rodrigues é daqueles Autores que, quando conhecemos, amamos ou odiamos. Figura polémica da cena literária e jornalística brasileira do século XX, foi apelidado de “tarado nacional” e “deflagrador da estética de mau gosto” em razão do carácter, tido como “obsceno”, da sua obra. O próprio Nelson Rodrigues, conhecendo a sua infâmia, intitulou-se “anjo pornográfico”….

Baba e ranho: Uma Vida à Sua Frente de Romain Gary

Hoje venho falar-vos de La Vie Devant Soi de Emile Ajar que é como quem diz Uma Vida à Sua Frente do escritor francês Romain Gary. Emile Ajar era, na verdade, um pseudónimo do Autor Romain Gary que, dessa forma, conseguiu vencer o seu Segundo Prémio Goncourt, em 1975.  Foi o único Autor, até hoje, que…